PreResi — Petróleo, Gás Natural e Carvão - Consumo decresceu
Skip to content

PreResi

Sections
Personal tools
You are here: Home » Notícias » Petróleo, Gás Natural e Carvão - Consumo decresceu

Petróleo, Gás Natural e Carvão - Consumo decresceu

Document Actions
Segundo os dados provisórios que seguidamente se apresentam e que incluem Março de 2007 a evolução do consumo dos principais combustíveis registou um decréscimo de 7,6% em relação ao ano móvel homólogo transacto.

O consumo de gás natural diminuiu 6,9% e o dos produtos derivados do petróleo baixou 9,3%. Em igual período, o consumo de carvão decresceu 2,9%.

Neste período, o consumo de gasolinas decresceu 6,6% , o do gasóleo diminuiu 2,8% e o do gás auto 5,4%, quando comparados com os registados no período móvel anterior. Globalmente, o consumo dos combustíveis rodoviários diminuiu 3,8%.

Relativamente ao consumo das gasolinas mantém-se a quebra no consumo da gasolina aditivada ( -81% ) em relação ao ano móvel anterior. Na gasolina sem chumbo 98 o decréscimo foi de 23%, enquanto o consumo de gasolina sem chumbo 95 teve, neste periodo, um decréscimo de 1,8%.

Ainda no que concerne ao consumo dos gasóleos, para além da diminuição do consumo do gasóleo rodoviário (-2,8% ), houve neste período um decréscimo de 9,5% no consumo do gasóleo colorido destinado a aquecimento e uma baixa de 1,6% no gasóleo colorido não destinado a aquecimento.

Neste período os dados disponíveis continuam a evidenciar uma forte quebra ( -31,4% ) nas vendas para o mercado interno de fuelóleo,sendo que a principal responsável por esta evolução é a menor utilização deste combustível na produção de energia eléctrica ( -61,8% ) já que na industria o consumo diminuiu 7,6%.

Também o gás natural tem vindo a ser menos utilizado no sector electroprodutor ( -18% no período em análise ). A julgar pela evolução do indicador das vendas para as distribuidoras, o consumo deste combustível nos sectores doméstico e dos serviços terá aumentado 4%. No sector industrial houve um acréscimo de 3% no consumo de gás natural.

E de salientar que a produção de energia eléctrica a partir das fontes de energia renováveis, e em especial da sua componente hídrica, tem vindo a crescer, facto que explica o menor consumo de gás natural, fuelóleo e de carvão com esta finalidade.

Para mais, ver:

DGGE

Created by sacramento
Last modified 2007-06-21 12:14
 

Powered by Plone

This site conforms to the following standards: